LILY ALLEN É A ARTISTA DA SEMANA A ARTISTA COMEÇOU A FAZER SUCESSO ATRAVÉS DA INTERNET

Nascida no dia 2 de maio de 1985, em Londres, na Inglaterra, Lily Rose Beatrice Cooper logo tornou-se conhecida como Lily Allen pelo mundo da música. Ainda adolescente, quando conheceu o empresário George Lamb, a artista tentou assinar contrato com diversas gravadoras, mas enfrentou grandes dificuldades para ganhar espaço com o trabalho próprio.

O reconhecimento de Allen no mundo da música aconteceu mesmo na Internet, quando ela criou uma conta na rede social MySpace e resolveu postar algumas gravações.A partir daí, a cantora ganhou fama pelo mundo todo: a canção “Smile” fez o maior sucesso entre os internautas. O single fez parte do primeiro álbum da carreira da britânica, intitulado “Alright, Still”. A música foi escrita por Lily Allen, Iyola Babalola e Darren Lewis.

A letra conta a história de uma pessoa que foi abandonada pelo amor de sua vida, mas dá a volta por cima e acaba rindo do traidor. Após um hiato musical de 5 anos, em novembro de 2013, Allen gravou um cover da canção “Somewhere Only We Know” da banda Keane para o comercial de Natal de uma loja de departamento. Em seguida, o single atingiu o número um na parada do Reino Unido.

Após o lançamento de Sheezus e o fim de sua turnê musical, Allen experienciou uma crise de identidade e não estava gostando do tipo de música que estava sendo imposto para ela, acreditando que pessoas na indústria fonográfica estavam controlando suas direções e escolhas musicais. E então, a artista revelou que seu quarto álbum de estúdio focaria em seus sentimentos, suas filhas, o fim de seu casamento, abuso de substâncias e outras temáticas centradas em si mesma.

A cantora voltou a trabalhar com Mark Ronson durante o processo de desenvolvimento do disco, nomeado No Shame. O primeiro single do projeto, “Trigger Bang”, com a participação do rapper britânico Giggs, foi lançado em dezembro de 2017. Em 8 de março de 2018, duas faixas, “Higher” e “Three”, foram divulgadas. Em junho do mesmo ano, o material chegou às lojas contendo 14 músicas inéditas.